24 de setembro de 2016

Tudo sobre Scab Hair| Cuidados com o cabelo

­

fotorcreatedddg

Um problema que afeta a maioria das pessoas que decidem passar pela transição capilar e assumir sua raiz natural é aquele cabelo que começa a crescer e que não define os cachos, e por mais hidratações que você dê aquele cabelo insiste em não definir. Talvez você não saiba mas o seu problema pode ser o Scab Hair.

Há muito tempo queria escrever sobre o assunto pois sei que é um problema que afeta a cabeça de muita gente que passou pela transição capilar. Andei pesquisando na internet, assisti a vários videos sobre o assunto e finalmente escrevi essa postagem! Vamos aprender mais sobre isso agora.

O que é Scab Hair

Infelizmente até o momento não existem pesquisas mais especificas sobre o Scab Hair. Todas as informações sobre o assunto foram construídas após várias pessoas que passaram pela transição capilar perceberem que o cabelo   novo que nascia era muito danificado, com aspecto áspero e seco.

as

A imagem acima mostra exatamente como é esse cabelo. O primeiro é o cabelo natural, ,  segundo é o fio com Scab hair e o último fio ainda quimicamente tratado . O Scab Hair é aquele cabelo que cresce logo após a química transformadora. O uso prolongado de químicas danificam não só o cabelo mas também o folículo capilar que é de onde saem os fios.

Por que existe o Scab Hair? Ele afeta todo mundo?

Não! O Scab Hair não afeta todas as pessoas que passaram ou passam pela transição, somente algumas pessoas passam por isso. O que explica o surgimento desse problema na maioria dos casos é o uso inadequado dos produtos alisantes, uso de químicas de coloração, uso de Mega hair e até mesmo o uso constante de secador e chapinha em  altas temperaturas.

Se você alguma vez na vida já leu as informações que vem nos produtos químicos para cabelo vai perceber que a orientação é que não use o produto na raiz. Isso porque existem substâncias que podem danificar o seu folículo capilar .Quando um folículo está danificado uma sequência de coisas ruins podem ocorrer! Queda do cabelo, opacidade, aspereza, são apenas umas das consequências de um folículo danificado. 

Como tratar o Scab Hair

Eu sei bem como é ter um cabelo com esse problema. Em outubro de 2015 cortei todo o meu cabelo para deixar ele natural. Assim que os fios começaram a crescer eu observei que os fios do topo da minha cabeça eram diferentes dos demais. Os fios não definiam e não retinham nenhuma hidratação que eu fazia. Desde então venho buscando soluções.

Uma notícia boa sobre o Scab Hair é que ele é TEMPORÁRIO. Muitas pessoas quando descobrem o Scab Hair desistem da transição capilar pensando que aquele é seu cabelo natural.

O tratamento contra o Scab Hair esta resumido em cuidados contínuos não diretamente com o cabelo e sim com a raiz e com o folículo capilar. Nosso cabelo é um tecido morto, ou seja , por mais vezes que cuidemos dele uma vez que ele estiver danificado o máximo que podemos fazer é “maquiar” os danos e cuidar para que os fios novos não se danifiquem. Então o que fazer para melhorar isso?

  •  Paciência

Antes de tudo comece por lembrar que isso é temporário! Nossos folículos capilares estão constantemente se regenerando, então logo logo novos fios de cabelo irão nascer e de acordo com os seus cuidados eles serão fortes e saudáveis.

  • Estimule o couro cabeludo.

Estamos cansados de saber o quanto os óleos vegetais fazem bem para nosso cabelo. Eles nutrem o fio repondo os aminoácidos que perdemos dia a dia pois possuem um nível saudável de vitaminas para nossos fios. Aproveite a eficácia dos óleos e utilize nos fios.  Use os óleos massageando o couro cabeludo, isso irá estipular os seus folículos a se regenerarem.

  • Siga a rotina No Poo ou Low Poo

Há muito tempo ouço falar muito bem desse tipo de cuidados com os cabelos, mas ainda preciso aprender muito para falar melhor sobre o assunto para vocês. Mas basicamente No Poo e Low Poo nada mais é do que lavar o cabelo cabelo com pouco Shampoo ou com shampoos livres de silicones insolúveis, parafinas e óleos minerais.

Leia mais sobre o assunto aqui.

Espero que essa postagem possa ajudar você. Se empenhe em aprender mais sobre as rotinas de No Poo e Low Poo. Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *